Lei de Murphy se prova verdadeira…

… de novo. Voltemos aos fatos:

Ontem, 23 horas – Lá estava eu, evoluindo meu edifícil principal para o nível 11, quando me lembro: “Aé, tenho que imprimir aquele trabalho”. Ligo a impressora, abro o arquivo do Word e clico em impressão. Um balão aparece no canto inferior direito da tela. “Dispositivo USB não identificado. Clique aqui para ver mais informações”. Penso comigo mesmo “What the fuck?” enquanto coço a bunda. Nádega direita, para ser mais exato. Clico no balão, mas as informações da janela que se abriu me ajudavam tanto quanto um meteóro em formato de pênis caindo no Cazaquistão.

23:05 – Desligo a impressora e reconecto todos os cabos, reconectando-os em seguida. Ligo a impressora, e dessa vez o balãozinho aparece imediatamente.

Abro aqui um longo parêntese: Um amigo meu não tem impressora, e me manda o arquivo por e-mail para eu imprimir. Nesse mesmo dia, a impressora de outro moleque deu problema e eu iria imprimir o trabalho para ele também. Resumindo, por algum motivo inesplicável esses rapazes confiam à mim suas notas. Logo eu, que mal lembro dos meus próprios.

)

Pego o CD de instalação da impressora, e instalo os drivers novamente. Isso melhorou tanto minha vida quanto se o Osama Bin Laden tivesse saido vivo do acidente com o meteóro fálico. Reconecto os cabos novamente. Testo todas portas USB. Nada. A situação ia de mal a pior.

A feladaputaqueapariu

23:45 (é, a instalação demorou bastante) – Decido pegar o Netbook do meu pai e tentar usar a impressora nele. Até passou pela minha cabeça fazer o trabalho à mão, mas meu sangue brasileiro impediu. Como todos sabem, Netbooks não têm leitor de CD, logo tive que baixar os Drivers. No site dizia que eles pesavam 22 MB, oque com minha incrível conexão de 15 kbp/s, calculei que demoraria mais ou menos meia hora para baixar. Sem nada para fazer além de esperar, começo a ver Hipertensão torcendo para que alguém engulisse alguns vermes.

00:00 – O tempo se esgotava. O sono batia. A bunda continuava coçando. Passados 15 minutos, resolvi ver como ia o Download. Estranhamente, ele havia sido concluído. E, segundo a janela, ele era de 6mb. Com um puta medo de ser vírus, clico no ícone do progama. “Este arquivo não é um aplicativo Win32 válido”. “Ah, foda-se, o trabalho e aqueles viados”. Pego uma folha de papel, copio rápidamente os tópicos principais do trabalho. Tá perfeito, pensei.

Deitei na cama, e fiquei acordado até duas da manhã assistindo Carandiru. Puta que pariu, essa preguiça ainda me mata, tenho certeza.

P.S.: Ah sim, e testei ela agora e a filadaputaqueapariu funcionou.

P.S.S: Porra, post longo para caráleo.

Anúncios

3 Comentários »

  1. Lucas Said:

    Ficou muito Show!!!.(obs:Viado és tu o grande torrada queimada)

  2. Auan Said:

    É…nada a declarar…a não ser…IMPRESSORA FILHA… pode escrever palavrão no seu blog Rafa? (eu não sou muleke nem viado)
    Ps : Manda um abraço pra sua impressora,pois graças à ela vou ficar com nota VERMELHA (se ligou no emprego da crase né)

  3. Leo Said:

    EEEEEEEEEE agora eu acertei o comentario(rsrsrsrsr)!!!!
    li dnovo e me mijei d rir!!!KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


{ RSS feed for comments on this post} · { TrackBack URI }

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: