Os coloridos só conhecem um tom

Eu sei, eu sei. Meses sem postar e só aquilo que aconteceu na minha vida. Mas eu esqueci de falar que eu passei de “Holyday in Cambodia” no Guitar Hero III usando o DualShock. Eu sei. Foda demais.

Agora, ao post:

Todo mundo sabe que a maior moda de agora são as bandas coloridas, seguido logo atrás pela moda de falar mal dos coloridos.

Eu vou ser sincero: não gosto. Simples. Primeiro que a qualidade (no quesito de serem bons mesmo) deles não é nada demais. Típica banda de garagem que deu sorte. Mas o que mais me irrita neles é o fato de que mesmo querendo ser coloridos, diversificados, eles só sabem falar sobre uma coisa: Amor.

Não que eles não possam falar disso. Mas eles SÓ sabem falar disso. Todas as letras falam sobre:

-Amor

-Como eles estão felizes com a namoradinha

-Como eles estão tristes sem a namoradinha

Eles não saem disso. É sempre feliz ou triste. Eles não ficam revoltados, com raiva, nada. A vida deles se resume a amar. Que porra de vida é essa?

Vou dar um exemplo de uma banda tradicional: Queen. Eles falavam sobre amor, sobre se libertar, sobre o rádio (!!!) , amigos, sobre a destruição do mundo pelos humanos… Eles não se prenderam a um tema só.

Outro, já mudando mais um pouco: Mamonas Assassinas. Eles sempre faziam letras engraçadas, mas já falaram de animais, de amor, de mamutes (!!!), de ninjas.

Agora, para extrapolar completamente provando que não é presiso se prender a um tema: Dragonforce. Eles já cavalgaram em direção à guerra, fugiram da Terra, que estava destruída, numa nave espacial, já lutaram contra a opressão do senhor das trevas. PORRA! Eles podiam fazer músicas sobre dragões e continuar só nisso. Mas aí eles não seriam fodas.

E sabe o que é mais foda? É que eles têm oportunidade para mudar o sentimento sem precisar fugir do âmbito jovem. Tem uma música do Restar em que um amigo do locutor arma mentiras para separar ele da namorada. “Beleza, agora ele fica com raiva do amigo, e faz comparações com a política, resultando numa letra interessante e revoltada” Não. Ele resolve ficar chrando com saudades da namorada.

Ah, vá se foder, né? Porra, porque você não deu uma voadora de dois pés na nuca desse viado? Era tão simples, mas ele resolve continuar charando.

Não que seja errado falar de amor. É um belo sentimo para expressar. Mas falar só disso? Pelamodideus, né?

É, acho que esse texto não foi engraçado. Mas como isso vai me ajudar na dominação mundial, foi necessário. #desculpaesfarrapada

Anúncios

5 Comentários »

  1. Lucas Said:

    Legal o texto!

    A só pra lembrar eu gosto de algumas bandas coloridas!

  2. Auan Said:

    vc ñ falou de GNR porra!(eles também ERAM fodas)

  3. leo Said:

    kkkk
    vlw rafa
    ja mandei propaganda pra geral
    hduashduahsuda

  4. leo Said:

    kkkkk
    mto bom rafa

  5. Fernando Said:

    hehe entrei so hj rafa seu bosta


{ RSS feed for comments on this post} · { TrackBack URI }

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: